O Todo é maior que a soma das partes – O que te motiva?

Todo caminho começa com um objetivo, toda construção inicia com uma visão, e toda realização se materializa com uma motivação. Quais são seus objetivos? Qual a sua visão do por vir? O que te motiva?

Motivação da rede, e para a rede.

Conhecer algo é resultado de uma observação ou informação, compreender esse algo é resultado de uma experiência. Ambas, conhecimento e compreensão, podem caminhar juntos ou fluírem separados, o ideal é que se alternem de forma que aquela que estiver num patamar mais elevado puxe a outra e a coloque no nível acima, num ascendente caminhar rumo a sabedoria.

O médico conhece todo o mecanismo e efeitos de uma doença, mas somente o paciente compreende a intensidade da dor. Um estudante poderá descobrir várias informações e desenvolver grande conhecimento, um professor poderá aplicar esse conhecimento enquanto um trabalhador poderá experimentá-lo, mas somente o sábio poderá antever o resultado da vivência de tais informações.

Ideias de ideias, ou projeto de projetos

O projeto da Fundação 10 Envolver surgiu a partir de uma ideia simples de se entender e fácil de se executar, mas muito difícil de se explicar, isso por que ele traz uma proposta diferente de relacionamento interpessoal baseado na união de indivíduos com “similaridade de princípios e valores, ou semelhança de necessidades ou de potencialidades”.

Parte-se do princípio que toda pessoa tem algo faltando que precisa suprir e algo sobrando que pode ofertar, portanto a rede pretende fazer com que essas pessoas se encontrem e se unam para gerar uma solução que atenda a ambas ou mais, e ainda gere um excedente para se atender a terceiros.

Ao tentar explicar o funcionamento da plataforma, ou modo de operação de uma rede, as pessoas tendem a comparar superficialmente com sistemas que já conhecem e por isso julgam que já existe algo parecido, ou que não funciona, ou que é algum tipo estratégia de negociação baseado em propaganda de apelo emotivo para se obter vantagens.

E nada disso é verdadeiro pois a rede possui em si elementos muito parecidos com partes de vários outros sistemas, mas o conjunto é totalmente diferente de tudo que há. Como diria Aristóteles “O Todo é maior que a soma das partes

Mosaico de pessoas

Mas faremos uma analogia para tentar comparar os resultados

Imagine uma figura geométrica de 3 lados ou de três ângulos, é simples, um triângulo, esse é a figura mais simples que existe por ter a menor quantidade de características, num plano bi dimensional é impossível existir uma figura geométrica com menos de três variáveis pois essa seria apenas uma linha quebrada.

Ao tentar visualizar  a figura uma pessoa imaginará um triângulo reto com um ângulo de 90 graus, outa pessoa imaginará um triângulo equilátero com todos os lados iguais, outras vão imaginar um triângulo isósceles com  2 lados iguais, e alguém imaginará um escaleno com todos os lados desiguais. Pessoas diferentes vão imaginar figuras com detalhes diferentes, mas todas imaginarão uma figura em comum, o triângulo.

Há aqui um conceito muito interessante que será amplamente explorado nesse projeto de rede de pessoas. Sob o ponto de vista especifico as pessoas imaginam uma figura com detalhes diferentes, mas sob o ponto de vista abrangente as pessoas imaginam a mesma figura, então para se orientar pessoas para o mesmo ideal deve-se dar a elas uma visão abrangente de objetivos e isso fará com que as pessoas com ideais similares ou necessidades semelhantes se unam e caminhem juntas. Mas quem apresentará essa visão? Nessa rede cada um apresentará a sua visão de projeto, esporá sua potencialidade e será descoberto por outros, ou descobrirá outras pessoas com necessidades similares.

Agora imagine uma figura de 4 lados ou 4 ângulos, um quadrado, 5 lados um pentágono, 6 lados um hexágono, 10 lados um deca hexágono, e por ai a fora vai.

Agora tente imaginar uma figura de 64 lados; Ou de 360 lados. Fica cada vez mais difícil! Correto?

E uma figura de infinitos lados; Consegue imaginar ? Haverá uma solução para esse problema?

Círculo - Enso

A solução é fácil. É a figura a mais simples de todas, é o círculo.

Observe que se o fato de se conhecer as leis básicas da geometria facilita a solução, conhecer as leis básicas da  vida transforma a realidade difícil em fácil, e em sociedade conhecer as regras básicas de um sistema transforma uma existência que parece impossível, tornando-a possível.

O círculo é a única figura geométrica que possui uma interessante dualidade,  que é a simultaneidade entre o Ser e o Não ser, como o fluir do Tao no Zen Budismo. No Círculo não há arestas pois não existe nenhum ângulo, mas ao mesmo tempo possui infinitos lados e infinitos ângulos, portanto é a única  figura completa pois dentro dela existem todas as figuras conhecidas e desconhecidas, em sua essência existem infinitas possibilidades, também é a única figura em que todos os pontos estão equidistantes do centro, e que um raio numa direção terá outro igual em direção oposta gerando equilíbrio, por isso é considerada a figura perfeita. No círculo não há início e nem fim e seu movimento flui naturalmente gerando um eterno ciclo.

Enquanto o triângulo é a mais simples de todas as figuras existentes, por ter apenas 3 lados, o círculo se analisado de uma forma específica é a mais complexa de todas por ter infinitos lados, mas se mudarmos a maneira de ver, e analisarmos de uma forma abrangente, o círculo não terá nenhum lado e será a mais simples de todas as figuras. O círculo é a mesmo tempo a mais simples e a mais complexa de todas as figuras, depende apenas de como o observar a admira.

Esse será o principal papel da Fundação 10 Envolver, fazer as pessoas “mudarem a maneira de ver” e para isso será necessário desconstruir alguns conceitos pré existentes para se construir novos conceitos. O mais importante deles é deixar de acreditar em “…é necessário primeiro ter dinheiro para obter coisas ou contratar serviços…” para “…é possível trocar o tempo livre por produtos ou serviços sem a necessidade do dinheiro …”

Tudo no natureza é cíclico e o término de um ciclo é também o início de outro.

Agora imagine um grande  jogo de quebra cabeça, com muitas peças, inicialmente não se tem ideia da imagem que aparecerá, portanto é muito difícil imaginar o quadro e a tarefa parecerá quase impossível,  mas assim como conhecer as leis da geometria permite-se imaginar  facilmente uma figura de infinitos lados, o fato de conhecer um processo permite saber que sua solução será fácil mesmo quando se desconhece o resultado  final.

No caso do quebra cabeça o processo é simples, primeiro separa-se as peças por cor, depois por tonalidades próximas; começa-se procurando as peças que fazem parte da borda ou de canto pois essas são em menor quantidade e diferem das demais por possuírem um ou dois lados retos. Observe que o “conhecimento do processo facilita a realização”; para se alcançar o objetivo, na sequência procuram-se as peças com formas que se encaixam e as colocam juntas, uma peça completando a outra, e a outra peça preenchendo a lacuna da parte maior. Nesse processo, à medida que as pequenas peças vão se encaixando as mesmas começam a formar uma parte cada vez maior, e a medida que essa parte vai se expandindo com o acréscimo de outras peças, a imagem começa a tomar forma, o processo vai ficando cada mais simples e os resultados maiores e mais rápidos.

Assim também é com o projeto da Fundação 10 Envolver, é uma ideia tão simples de se entender como um circulo e tão fácil de executar como desenhar um triângulo, mas devido a variedade de opções de projetos e de formação de sub redes tão difícil de se explicar como imaginar o quadro final de um quebra cabeça desconhecido.

Flor da Vida - Flor de Lótus
Flor da Vida – Flor de Lótus

Agora imagine um grande quebra cabeça com um desenho de dois triângulos invertidos dentro de um círculo, também conhecido como estrela de David, geometria sagrada, flor da vida ou flor de lótus, por ser a estrutura bássia de toda e qualquer forma de existência, mesmo que você já saiba o desenho final somente começará a perceber os resultados ao se juntar as peças do quebra cabeça.

 Assim também será o projeto da Fundação 10 Envolver, somente perceberá a imensidão de benefícios que poderão surgir, ou as diferentes possibilidades que poderão ser desenvolvidas aquele que começar a (se) reunir (com) outras pessoas.

Numa analogia comparando o quebra cabeça com o projeto 10 Envolver,  o fato de saber que qualquer pessoa possui várias necessidades a serem atendidas e também possui várias potencialidades de atuação, é tão simples como reconhecer parte da imagem do círculo ou parte do triângulo no quebra cabeça em formação.

Compreender o todo, perceber os ganhos materiais ou resultados financeiros de grupos de pessoas num ciclo entre 10 semanas a 10 meses, antever os benefícios sociais ou impactos ambientais num ciclo entre 10 meses e 10 anos, e visualizar as mudanças políticas e econômicos  que formarão uma nova sociedade num ciclo entre 10 anos e 10 décadas é tão difícil quanto tentar imaginar um quadro de um quebra cabeça desconhecido, mas simultaneamente tão fácil quanto compreender o processo de construção.

De 2020 a 2120 – Apenas 10 passos para uma nova sociedade, que poderão ser realizados em semanas, meses, anos ou décadas.

E o primeiro passo é tão simples como reunir no mesmo grupo pessoas com necessidades similares ou na mesma rede grupos de pessoas com potencialidades semelhantes, e para isso não é necessário saber do resultado, basta apenas encontrar as duas primeiras partes e ter certeza do resultado por se acreditar no processo, crença essa resultante da plena compreensão de cada passo.

Portanto não dá para explicar em poucas palavras o projeto como “um todo”, pois existem várias possibilidades de diferentes formas de atuação pois dentro da grande rede cada pessoa vai iniciar sua própria sub rede e desenvolver seu próprio projeto.

Para começar será necessário um treinamento de pelo menos 10 horas, somente para se entender as regras, conhecer a facilidade de operação e compreender a imensidão de possibilidades.

A dificuldade de se explicar um fato óbvio deriva de que o mesmo é resultado da construção do saber, portanto é necessário primeiro ensinar as bases do conhecimento de tal fato.

Prof. Paulo Morais

Já que a mente egoica tem dificuldade de aceitar o desconhecido e lidar com o inusitado, se for necessário realizar uma comparação faça-o  com a Internet, pois nessa basta um computador, uma conexão com um roteador, e a padronização do processo de comunicação para resultar em infinitas possibilidades de atuação numa rede que se auto organiza, se auto regula e se auto expande independente de um poder centralizador, seja ele geográfico ou ideológico.

Assim será a Fundação 10 Envolver, pois nessa bastará uma pessoa, uma conexão com um grupo, e a padronização dos processos de interação que resultarão em infinitas possibilidades  de atuação e numa rede que se auto organizará, se auto regulará, e se auto expandirá independentemente de um poder centralizador, seja ele econômico, político, financeiro ou social.

Acredite nesse ideal – Acredite em você – Acredite no próximo.

Pense globalmente – Aja localmente

Prof. Paulo Morais
Prof. Paulo Morais

Eu acredito em você – Acredite também

Tópicos importantes

Uma visão geral da plataforma, bem como benefícios, operação, objetivos e os recursos disponíveis estão nos 10 textos a seguir, você poderá lê-los em sequência ou pular direto para o tópico que mais lhe interessa

Faça uma comentário - Poste sua dúvida - Deixe uma resposta.

Prof. Paulo Morais
  • Prof. Paulo Morais
  • Master Coach Executivo e de Negócios pela PM Coaching
    Life Coaching em Qualidade de Vida, Saúde, Bem Estar e Autoestima pelo ICS
    Consultor e Mentor em TIC - Tecnologias da Informação e da Comunicação pela PsM Gestão Tecnológica
    Coach e Mentor de Satart UPs pelo programa Inovativa - MCT / Sebrae